Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Vênus




Eu a leio em espaços imensos,
quando encontro o horizonte de seus versos
que nunca se perdem no vazio...
sua beleza fulgura em meu céu,
encobre seu amor num transparente véu,
por seu brilho matinal ainda me guio...

Doce e amada musa de tantos momentos,
passo horas decifrando esses seus encantamentos...
apaixonei-me por sua pureza enigmática,
suave poesia aromática...
intensos versos...
e uni versos...

Em outros céus jazem milhões de estrelas,
mas seu reluzir é intenso, brilhante e vivo.
continuo em sua rota, solitário, cativo...
fluindo emoções sem conseguir detê-las...

Gosta do que escrevo?
Invadi seu espaço?
Você me enche de desejo
e já não sei mais o que faço...

íntimo do tempo,
aguardando uma nova visita,
o que não será surpresa,
vindo da estrela mais bonita!

Venha, deixe outro beijo...
me diga se gostou,
ou se leu, ao menos...
inspire-me novos poemas,
minha musa, minha Vênus!


SATURNO
Enviado por SATURNO em 26/09/2006
Reeditado em 25/06/2017
Código do texto: T249786
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SATURNO
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
660 textos (48457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/11/17 22:38)
SATURNO