Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

REAL AMANTE

fita a visão
à boca sedenta
em toda emoção
o bater não se aguenta

desfaz-se a calma
a mente serena
desígnio da alma
nobre quarentena

até quando irei sonhar
com teu beijo e teu afeto?

até quando irei querer
tua boca e teu corpo?

até quando irei moldar
meu futuro ao seu lado?

até quando irei dizer
que quero apenas te ter?

até quando...?(suspiro),

até quando...?(inspiro),

até quando o último ar
permita que eu continue a amar
salva-me antes que venha a morrer
sabendo que não tive você

nunca estarei abatido
com o corpo estirado no chão
pois sou um homem vivido
e conheço o meu coração

só a dor transpassa meu ser
não a que dói por ferida
e sim a que acusa por não ter
você para o resto da vida

mas a dor! ah! a dor,
essa sim passa
mas já o real amor
este é uma eterna graça

te amo e sempre estarei aqui
gostando você ou não, eu sempre estarei aqui
sempre!
MaxVc
Enviado por MaxVc em 26/09/2006
Código do texto: T249809
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MaxVc
Goiânia - Goiás - Brasil, 35 anos
75 textos (4215 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 09:57)
MaxVc