Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS

Com as mesmas palavras que falo
Com elas, calo-me.
Ao calar-me, a vontade de proferir certas coisas
Que doem em minh’alma,
Esvaem-se no infinito insondável.

A mágoa sentida não pode ser traduzida.
Apenas, as mesmas palavras articuladas por ti,
Ecoam na mente como tambores.

Eu queria saber o porquê de certas atitudes,
Que tomaste sem razão ou sentido...
Magoaste quem menos querias magoar.

Não falas mais a mesmas palavras de amor...


Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 26/09/2006
Código do texto: T250091

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916772 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:20)
Denise Severgnini