Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Inebriante poesia
Águida Hettwer

Tua luz penetrou no escuro da alma,
Transcende energia viva,
Bebo do cálice da poesia, envenenado espalma,
Nutrindo cada gotícula, com a seiva do amor, á deriva.

Bálsamo derramado sobre a fronte,
Rasga o peito em saudades, extasia,
Eflúvio que perfuma as águas cristalinas, ao horizonte desponte,
Na encosta de uma montanha, mergulho nessa fonte em demasia.

Melindrosas mãos tateiam, desvendando fendas,
Na oficina do imaginário, traduzem fantasias,
Espaço que reserva o peito, reescrevendo lendas,
Desabrochando em pétalas de rosas, estupendas.

O amor sublime sentimento que faz a poesia ressaltar,
Rendem-se as emoções, no perfume inebriante da flor,
No sussurrar do vento, cânticos de mil vozes a exaltar,
Onde a magia do amor, sobrepor.


26.09.2006


Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 26/09/2006
Código do texto: T250204

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116567 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:36)
Águida Hettwer

Site do Escritor