Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Que Perdura

Por que fraquejas quando falto
em beijo e verbo
se a ausência que te causo
é fictícia,
pois meus ossos fundiram-se aos teus
e na pele é meu cheiro que exalas?

Se me ausento de ti
eu não te falto,
se falto, não me ausento...
Mesmo na hora de ir embora
eu apenas te abandono só por fora
porque, em ti, o que sou vive por dentro...

O que vês distanciar-se é o que morre,
a imagem sem luz que desvanece.
O que se perde...

O que o tempo não pratica,
o que a vida não desgasta,
o que perdura
vai contigo onde a rosa principia,
onde o verso diluiu-se
misturando-se ao teu sangue.

Não sofras desse mal que não existe,
a ausência vive ausente onde o amor
Semeia estrelas, onde a flor guarda o orvalho,
onde o beijo se esconde pra viver a eternidade.



Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 27/09/2006
Código do texto: T250791

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83361 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:17)
Vaine Darde