Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Rever-te, Meu Amado!


O silencio escuro mudo!
Tão quieto e obscuro
Hoje areias no deserto
Em eterna mutação.

Lembrar-te em rimas
Partidas pela desilusão
Caídas em frases soltas
Uno-as em escansão.

Rever-te, meu amado!
Refazer poemas rasgados
De um amor inesperado
Eleito eterna paixão.

Cantar-te en_cantos
Sons de doce flauta...
Harmonias clássicas
Em_baladas na paixão.

27/09/06

LuliCoutinho
Enviado por LuliCoutinho em 27/09/2006
Reeditado em 27/09/2006
Código do texto: T250794
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LuliCoutinho
São Paulo - São Paulo - Brasil
863 textos (158639 leituras)
2 áudios (428 audições)
7 e-livros (1313 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:40)
LuliCoutinho