Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cotidiano

Teu tempo na minha história.Pontinhos que se juntam e se formam.
Jeitos e gestos traçados indistintivamente.
Nossas diferenças aguçam nosso desejo de continuar.Não seria assim?
Turbilhões de pensamentos e atos nos embaralham.
Impelidos seguimos na busca de nossa essência e de nossos sonhos.
Descubro-me pintada de ciúme.
Sou frágil aos sentimentos.Tua sombra me acolhe, me fortalece, me imprime um querer que não finda.
Tenho algumas vezes, receio do que virá.Das frases que ainda não foram ditas.Dos beijos que não foram dados.Do braço que se alongou ao corpo desacreditado do abraço.
Quero a comunhão exata de tuas lembranças.
Viver ampliada pela tua figura singular na minha vida.
Tenho, portanto desejos de ti.
Aderido nas minhas declarações e nos meus olhares que te convidam.
É linear, portanto essa fome que tenho de ti.
Básico o não, o sexo é parte integrante desse trajeto.
O amor é condutor.Assim sendo, desenho percursos na minha cabeça típica de geminiana.Viajo nos meus prazeres literais.
Tu és tão fincado ao chão, que ironizas minha ânsia.
O amor, torno a dizer,apenas conduz.O que leva ou a que leva é o resultado único da entrega plena e do entrosamento voraz.
MariSaes
Enviado por MariSaes em 28/09/2006
Código do texto: T251276

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o sitedoautor.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MariSaes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1694 textos (65130 leituras)
2 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:30)
MariSaes