Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mesmo...

Mesmo que a solidão
amargure, entristeça
este coração sonhador

O Amor, em mim, permanece!

Mesmo que haja escuridão
varrendo os dias felizes
deste ser,
que as nuvens encubram
o luar, doce luar
do manto manso da noite

O Amor, em mim, permanece!

Mesmo que a alma adormeça
em desertos de angústia
e sofrimento


O Amor, em mim, permanece!

Mesmo que não haja Paz,
Que a Luz seja
ofuscada,
pela profunda tristeza,
apagada

O Amor, em mim, permanece!

SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 28/09/2006
Código do texto: T251328

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29989 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:37)
SueliFajardo