Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0832 – Noite


 

 

Noite de mim,

porta entre o ter e o vazio

de pensamentos perdidos,

nas mãos, no rosto,

um amargo fel de abandono.

 

 

Noite de ti, não, não,

chave do não,

palavras surdas, vazias,

descrente abandono,

silêncio nu que cheira vento.

 

 

Noite solidão,

sem ti, sem amor,

palavras tingidas em papel branco,

paixão que sufoca lento

até a morte da alma.

 

 

Noite, apenas noite,

distante o amor que sonhei,

os rumos,

as juras,

nada além da lembrança de ti.

 

 

29/09/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 29/09/2006
Código do texto: T252333
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116252 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:03)
Caio Lucas