Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Breve poema da eternidade

Eu não quero ser eterna
O amor não é eterno!
Quero ser breve como o amor
Durar enquanto durar o amor
Esvair-me!
Depetalar-me!
Ensudercer
e deixar de escutar os gritos da vida!

Eu, escrava de mim, não sou eterna
O amor que não conheço me domina
E introduz na vida...

E morrerei eterna!
Na eternidade de um astro imóvel
Que lembra da minha ausência!
dhália
Enviado por dhália em 30/09/2006
Código do texto: T252701
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:28)
dhália