Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O amor da primavera e o sol

A jovem primavera aborrecida
Com a chuva que teimava em cair
E molhar o tecido fino de seu vestido
Desistiu de sair.

A jovem primavera deixou de sorrir
Tirou o vestido molhado, largou em um canto
Em sua nudez florescente sentiu frio
Flores ensaiavam sorrir, mas que calafrio!

E a chuva obstinada em chorar chovendo
Inundou o jardim, os canteiros, a terra
E a doce e jovem primavera
Suspirou seu sonho de sorrir era quimera!

Nua em flores, desabrochando, adormecida
A jovem primavera suspirava
Em seu sonho morto de sorrir,
Lá fora a triste chuva fugia, vencida.

O sol se aproximou dourando o mundo
Se levantou e majestoso acordou
A primavera de seu sonho tedioso
Com ela se casou e deste amor tão profundo

Nasceram tantas flores, de tantas cores
Que se espalharam pelo mundo
Enfeitando, perfumando com seus odores
Os sonhos de artistas, poetas e pintores.

O sol, a primavera e a história de seus amores
Nas vozes dos trovadores em seus louvores
Ultrapassaram os tempos e em novas cores
Curaram, cicatrizaram feridas e dores.

A jovem primavera suspirou pelo sol
Tão belo e forte um dia iria se por
A jovem primavera não se imaginava inda sem cor
Em seu coração ainda ardia a chama do amor.
Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 02/10/2006
Código do texto: T254663

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:07)