Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nathália (de Mendes)

Você sabe muito bem,meu bem
Que eu não posso falar de amor
Agora eu só consigo me esconder
Atrás de uma tese de um livro de Jabor

Mas não vamos falar de pesticidas
E de doenças radioativas
ou doenças incuráveis
muito menos de nossas simples vidas

Porque você sabe tanto quanto eu
Que eu não consigo dizer o que está escrito
a ferro e fogo,na minha testa
Não vamos mais sofrer
Pelo que pode ser mal dito

Então não preste atenção ao que eu digo
tenha esperança,deixa a vida acontecer
talvez a felicidade possa ser verdade
E com certeza é a salvação

Deixe o futuro pra amanhã
Eu faço e canto todo dia uma canção pra você
mesmo que não seja
com as palavras que você gostaria de ouvir

Nós dois sabemos muito bem
que ser sólitário não é tão complicado assim
Podemos perguntar um pro outro
Mas a tristeza pode ser um começo
só quando chegar o nosso fim

Sejamos felizes agora.Seremos felizes pra sempre...

Jorge Desosy
Enviado por Jorge Desosy em 03/10/2006
Código do texto: T254950
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Desosy
Mendes - Rio de Janeiro - Brasil, 32 anos
41 textos (1123 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:38)
Jorge Desosy