Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Lua que vi (por hora ingrata)

Essa Lua não é minha
Distante brilha e aludi amores
Fica, aos risos desconcertados,
Zombando da minha falta de euforia

Lua trossoeira,
Ainda traz uma estrela ao lado
Para me lembrar que não esta sozinha
Como eu na minha sina

Lua que não é minha
Um dia vai sorrir,
Forçosamente e invejosamente
Devido à minha alegria
Brigida Bezerra
Enviado por Brigida Bezerra em 05/10/2006
Código do texto: T257178
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Brigida Bezerra
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 35 anos
71 textos (1630 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:39)
Brigida Bezerra