Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Meu Talismã

Delicadamente te levar
pela mão, pelo ar,
pelos caminhos coloridos pelas flores,
nossas dores esquecer,
nosso sofrer atenuar.

É mais conseqüente desejar
o melhor e pensar
que os espinhos são pra quem cultiva a dor;
plante o amor que é pra colher
o que se pode aproveitar.

Saber cuidar do teu carinho,
saber teus olhos alegrar;
do frio te proteger,
de nunca te maltratar.

Sentados, calados, cismando,
haurindo o cheiro do mato
e dele se embriagando;
pensando mil coisas no ato,
sabendo que o sofrimento, no entanto,
só dura se a gente quiser...

Delicadamente te trazer
pro meu céu pra viver
entre os carinhos de uma brisa da manhã,
meu talismã te imaginar
pra que ele vá me proteger.

É mais conseqüente a gente crer
que o melhor vai vencer...;
pelos caminhos que a gente não trilhou
há muito amor pra se achar,
é só questão de percorrer...


Rio, 04/05/1977
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 06/10/2006
Código do texto: T257504

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144481 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:38)