Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAGRIMAS DO POETA...

LAGRIMAS DO POETA...

Um papel em branco
amassado, chora
pela poesia que não
foi escrita em
em versos de dor...

Lagrimas batizada,
deixaram de conhecer
um sonho do poeta
que esqueceu de
escrever um soneto,
quando amassou o papel
que esperava suas
palavras...

Poeta, porque amassaste
este papel?
foram as lagrimas da dor
que te inspirou?
faltando-te  coragem
para escrever um
soneto das lagrimas
do poeta...

Papel amassado,
caneta jogada,
lagrimas rolando,
um vazio entre a mente
e o papel, faz o poeta
meditar na primavera
de seus sonhos...
 
Uma poesia que não
nasceu, deixa o poeta,
órfão, e em seu silencio
ele busca a força
que move o universo
para em versos
ele agradecer a Deus
pelo carinho das
palavras que não
abandonam
o poeta....




poeta da paz
Enviado por poeta da paz em 06/10/2006
Código do texto: T258129
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
poeta da paz
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
3694 textos (146796 leituras)
186 e-livros (26764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 07:57)
poeta da paz