Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Declaração de amor de um poeta...

Declaração de amor de um poeta ...
(autor : Ederval Andrade da Silva (Edpoeta))

Se eu tivesse duas vidas,
tudo seria bem diferente,
eu poderia amar muito mais,
porque isto seria duplamente,
mas, não prova que eu seria
mais feliz realmente.

Como eu só tenho uma vida,
eu tenho muito mais emoção
porque posso concentrar o amor
no meu único e feliz coração,
e uma vida bem mais saborosa
intensamente eu vivo então.

O meu coração já tem dona,
ela que para mim é uma flor,
a minha maravilhosa musa,
por quem minha vida eu dou
porque ela é quem me dá alegria,
dona exclusiva de meu amor.

Ela está sempre em minha vida,
com ela, eu vivo a sonhar,
porque até em meus sonhos,
do meu lado ela sempre está,
capaz de com muito carinho,
minha vida sim, transformar.

Se eu tivesse duas vidas,
seria duplamente apaixonado,
com uma poderia dar-te meu amor,
com a outra, eu seria teu amado,
mas, prefiro ter uma vida só
e receber teu amor concentrado.

De que enfim me adiantaria,
ter dois corações apaixonados ?
Se não puder ter o teu amor,
pra mim tudo estaria acabado,
ter dois corações te amando,
seria ter sofrimento dobrado.

Por isso o meu "amor silencioso",
passa por todos despercebido,
mas, somente o meu coração,
sabe o que eu tenho sofrido,
porque amar sem ser amado
melhor seria nem ter existido.

Mesmo com todo sofrimento,
vivo feliz e sem nenhum medo,
porque eu faço enfim, do amor
na minha vida, o melhor enredo,
já que a vantagem de ser poeta,
é poder sempre amar em segredo.
Edpoeta
Enviado por Edpoeta em 08/10/2006
Código do texto: T259308
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edpoeta
São Vicente - São Paulo - Brasil, 46 anos
80 textos (7407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:11)
Edpoeta