Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poço de Lágrimas 

Não sei bem o por quê
Mas esta noite
Estou pensando em você
E nem entendo
O que dentro de mim
Acontece
Pode ser qualquer coisa
Que eu vi na rua...

Não converso com ninguém
Meus passos são o meu caminho
As palavras me empurram
Os sentimentos
Pássaros selvagens
Deslizam ao sabor do vento
E as mãos
Víboras fatais
Escravas crescentes da lua
Escrevem sem parar
O papel sorri...

Não sei a razão
Dizem que há motivo para tudo
O coração chacoalha o peito
Ficção defeituosa
Somos uma máquina do tempo
Fantástica
E no entanto
Eternamente doce...

Saudades ecoam
No infinito da carne
Pois estou pensando em você...

Carlos Assis
 
carlos assis
Enviado por carlos assis em 08/10/2006
Código do texto: T259353
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
carlos assis
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
3123 textos (126879 leituras)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:16)
carlos assis