Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinta-se

Meus olhos se entrelaçam aos seus
Minhas mãos diluem as suas
Meus pés juram silêncio diante dos seus
Minha garganta quer gritar, mas
Sua boca me proíbe.

Você se perde aos meus cabelos.
Faço-te sucumbir diante de mim.
E as flores do meu campo resplancem
Diante do teu orvalho de manhã.

Você some nos meus abraços.
Meus juramentos ignorás.
Basta a ti, escutar o meu: Te amo!
E nada além, nada de juramentos!

A não ser, a minha completa satisfação
Que surge num delicado, doce, vigoroso,
Iluminado, atencioso, carinhoso e
Leve sorriso.
Luma Santos
Enviado por Luma Santos em 10/10/2006
Reeditado em 13/12/2008
Código do texto: T261153

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luma Santos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 27 anos
28 textos (1260 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 08:02)
Luma Santos