Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Resgate-se...


Basta deste verão infindo,
que abrasa meus instintos,
que traz aos meus sentidos,
miragens de deserto...
Solidão!
Resgate-se em mim,
o calor daqueles invernos mornos,
em que a dois ao pé do fogo,
dadas as mãos,
entre abraços,
eramos por inteiro um do outro!
Resgate-se aquelas palavras murmuradas
entre beijos...
Bocas roçando nossas orelhas,
brincantes com nossos ouvidos...
A entoar palavras doces,
a falar de nosso amor louco,
palavras soltas sem tempo, sem pressa...
Sem pressa de perderem-se em nós!
Resgate-se os olhares languidos,
com os quais mapeavamos nossos corpos...
Basta dessa distância, louca,
que traz secura a minha boca,
sedenta pela tua boca,
louca pelos seus beijos...
Resgate-se teu corpo,
que me aconchegue em seu abraço,
que mate meus desejos sem pressa,
e que com loucura apague a minha loucura por amor,
de amar!
Meu amor, sacia a minha fome de amor...
Onde estás?!

Edvaldo Rosa
29/08/2006
www.sacpaixao.net
Edvaldo Rosa
Enviado por Edvaldo Rosa em 10/10/2006
Código do texto: T261168
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edvaldo Rosa www.sacpaixao.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Edvaldo Rosa
São Paulo - São Paulo - Brasil, 55 anos
1727 textos (173664 leituras)
23 áudios (10645 audições)
35 e-livros (8977 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:48)
Edvaldo Rosa

Site do Escritor