Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAREI

Parei de imaginar
Como poderia ser
Agora só vale testar
Chega de conjecturas
Quero te ter ao amanhecer
Não quero mais as juras

De hoje em diante será assim
Ou nos tornamos amantes
Ou nada mais terá de mim
Pare de tanto pensar
Não somos mais como antes
E não adianta negar
Que estamos a um passo do fim

Parei de esperar as perguntas
Que de sua boca se nega a pronunciar
Adianto-me e dou as respostas
Do que você sempre quis saber
Não tenho nada há esconder
E aos quatro ventos posso anunciar
Que entre eu e você
Sempre houve uma grande reticência no ar

Talvez eu não seja a mulher dos seus sonhos
Mas pra ter certeza terá que tentar
Já fomos bem mais do que somos
E agora não temos mais como voltar

Parei de ficar esperando
Você por mim procurar
Por tanto tempo estive calando
Parei, agora eu vou é falar.

É triste saber
Que não nos demos a chance de nos conhecer
Que por medo ou insegurança
Não nos permitimos viver esse amor
E nem guardamos lembrança
Dos momentos que juntos tivemos
Que podem não ter sido de paixão
Mas foram felizes e serenos
Deixando gravados em nosso coração
Carinho, afeto, ilusão?

Bem parei por aqui
Já vi que não dá pra insistir
Não fomos destinados um ao outro
Só sinto não ter conseguido incutir
Em seu peito  o amor que senti por ti.
LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 13/10/2006
Reeditado em 30/11/2006
Código do texto: T263358

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104799 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:45)
LoucaporPoesia