Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SER AMADA

"Ser Amada"

Quando, uma após outra, retirares tuas vestes,
Meus olhos, certamente, fecharão.
Pois o prazer que em uma noite tu me destes
Despindo-te em minha imaginação,
Fez nascer, por tudo que dissestes,
O desejo de possuir teu coração.

E, ao tomá-lo para mim, eu beberia,
Todo o mel que o teu corpo a mim guardou,
Minha sede, porém não saciaria,
Pois o lábio que por ti tanto esperou,
Se, beijar-te, mil vezes, sobraria,
O infinito que em mim se despertou.


Paulo Sergio Medeiros Carneiro – 03.05.02
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
Enviado por Paulo Sergio Medeiros Carneiro em 14/10/2006
Código do texto: T264250
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
São Paulo - São Paulo - Brasil
63 textos (9678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:57)
Paulo Sergio Medeiros Carneiro