Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAQUELA TARDE

Corriam meus dedos.
Desvendavam segredos.
Satisfaziam-se na procura.
Na descoberta.
Naquela tarde incerta.

Corriam meus lábios.
Numa busca incontida.
... os mistérios da vida.

A tarde revelava.
O que minh’alma já adivinhava.

Eu te amava.
Eu te amo.
Sempre te amei, sempre vou te amar.
A tarde só veio pra constatar.
SONIA DELSIN
Enviado por SONIA DELSIN em 15/10/2006
Reeditado em 01/04/2011
Código do texto: T265237

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SONIA DELSIN
São Carlos - São Paulo - Brasil
4028 textos (78037 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:02)
SONIA DELSIN