Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Das asas que não tenho

Queria ter duas asas
Nessa terra escassa
De alguém pra me entender.
Queria ser sua casa
Seu lar, que te abraça
E vive a te proteger.

Se eu soubesse antes de tudo
Das dores do mundo
Denovo iria sofrer.
Talvez seria um pouco mais mudo
Mas acima de tudo
Eu iria dizer:

Que as pessoas, mesmo quando distantes
Se assim, tão amantes, diamantes são.
Lapidados, com todo cuidado, são raros
São falhos, e perfeitos são!

Como a ave e suas asas tão belas
Que assim as levam para onde vão
Se essas asas eu pudesse ter, pode crer
Que voaria até te encontrar
      e voltar para o chão.
Júnior Leal
Enviado por Júnior Leal em 16/10/2006
Reeditado em 16/10/2006
Código do texto: T265911

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Júnior Leal
Lagoa Santa - Minas Gerais - Brasil, 31 anos
958 textos (30828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:44)
Júnior Leal