Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOLIDÃO





Hoje a solidão me encontrou.
Não me senti triste.
Ela em mim
seu espaço conquistou.

Me sinto inteira, feliz
comigo mesma,
dona de minhas vontades
Sei que a saudade,
vai insistir e vou recordar meus amores.
Mas aprendi que o meu maior amor,
sou eu...

Eu me respeito,
e nas batidas do meu peito,
sinto que meu coração,
é maior que todas as dores.

Nele cabem todos os meus amores,
como um jardim de mil cores,
repleto de luz e flores.

E nele eu sou livre
para amar...
Sou forte e luto pela felicidade,
sem mágoas e falsidades.

Neste momento,
a solidão é minha amiga.
Porque tudo vai passar,
menos o meu amor
e minha vontade de amar.

Juli Ribeiro
Enviado por Juli Ribeiro em 18/10/2006
Código do texto: T267794

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Juli Ribeiro. http://www.recantodasletras.com.br/autores/juliribeiro). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Juli Ribeiro
Recife - Pernambuco - Brasil
180 textos (27944 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:15)
Juli Ribeiro