Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR À MODA QUINTANA

Um dia, em arroubo, a vida,
Passando, como sempre a passar,
Levou-me, de tudo que eu tinha,
O grito, o sorrir, o olhar...

Se agora, envelheço calado,
Esperança, já há muito acabou,
Restei, o bater acanhado,
Que no peito, sem sorte, sobrou...

Se me ouve, em verdade me escuta,
Sou assim, com razão, sem razão...
Um coração, que sozinho reluta,

Em pulsar, em chorar de emoção,
Em seguir, do regente, à batuta,
Que tu, firme, seguras na mão.


***(Inspirado nas poesias: Canção Para Uma Valsa Lenta e Da Vez Primeira Em Que Me Assassinaram, de Mário Quintana)
Gustavo Schramm
Enviado por Gustavo Schramm em 18/10/2006
Reeditado em 05/02/2007
Código do texto: T267830

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Schramm
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
88 textos (4350 leituras)
7 áudios (676 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:53)
Gustavo Schramm