Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INVENTOR

Foi de propósito
Rasguei-lhe as roupas
Joguei-a na cama (ainda descoberta)
Desfiz minhas culpas
De janelas abertas.

Foi de propósito
Beijei-lhe o pescoço
Quebrei-lhe o cordão (não era de ouro)
E quase por pouco
Não fomos besouros.

Foi de propósito
as luzes apagadas
O vinho barato (do boteco da esquina)
O chão sem almofadas
E o cigarro na escrivaninha.

Foi de propósito
O relógio "condor" parado
As flores murchas (de um jardim roubadas)
A música do passado
A comida insossa e queimada.

Foi de propósito
Por tão puro amor
Amei-lhe diferente (sujeito demente)
Porque precisamos sem dor
Todos os dias reinventar o amor.


                         Edd Wilson
edd wilson
Enviado por edd wilson em 22/10/2006
Código do texto: T270307
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
edd wilson
Marituba - Pará - Brasil
42 textos (1308 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:16)
edd wilson