Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Te Quero

                                        * À Drica Salvador

Não foi um descuido.
Um passo em falso. Um deslize qualquer.
Não. Não foi nenhuma armadilha.
Conscientemente eu abri as portas da minha ilha pra você.

Eu sei que não foi um engano,
Nem equívoco, ou desculpa,
Você não foi um tropeço.
Eu fiz isso porque quis sonhar,
Me desnudei ao avesso para você.

Para o toque desses lábios,
Para a sensualidade desse jeito.
Eu desejei me envolver
Na discreta meninice desse olhar.
Você me dá paz.

De repente me peguei querendo saber mais do seu Eu.
Sem medo de algemas.
Sentir a tônica poesia de seus gestos.
E, no desejo (fantasia de minha virilidade)
Colher pêssegos e morangos em sua pétala de mulher.
Quero decifrar teus encantos,
Que não seja somente: ‘muito prazer’
Que tenha algo mais,
Quero saber o que esconde atrás desse olhar.
Me reinventar no melhor de teus enredos.
E provocar, quem sabe, seus segredos mais proibidos.

Posso te traduzir.
E te aprender em qualquer idioma.
Decifrar teus axiomas.
Vazar tua fronteira e te deixar livre.
E com meu olhar cego e lúcido por seus feitiços
Vislumbrar a face oculta de tua alma.

Deixe-me chegar mais perto de teus medos,
Penetrar seus pensamentos,
Me esfregar no teu suor.

Antes que o tempo termine o minuto,
Antes que o encanto mude de idéia.

Me deixe saber a senha de teu amor.
Sérgio Caldeira
Enviado por Sérgio Caldeira em 02/01/2011
Reeditado em 25/05/2011
Código do texto: T2704575

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sérgio Caldeira
Itapecerica da Serra - São Paulo - Brasil
89 textos (6833 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 10:43)
Sérgio Caldeira