Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TALVES UM SONHO



A relva galopa com a brisa
O corcel no horizonte se avista
Todo  branco, trazendo seu condutor
A alegria se renova, com a  volta
Daquele majestoso amor.

A saudade repudia,
Constantes sentimentos de agonia
Medo  da frustração de não ser o dia
De tão galgada alegria


Escondendo a montaria d o belo animal
A poeira confundi os olhos,
A mente se perde em memórias
Recordações de outrora,
Pensamentos  e lembranças,
Desilusões esquecidas com a partida.

O vento que assovia confunde-se
Com o galope imaginário,
Conflita o receio da eterna espera
Com amargura da ausência.
Ressurgindo com ardor,
Dilacerando a ilusão
De um inusitado coração.

A imagem se perde no passado,
O presente acentua os traços
Da fisionomia esquecida.
A tristeza absorve por alguns minutos
A felicidade resumida de um momento real
Mas a irrealidade desnubla
A sensação de viver infinitos sonhos.

O amor renova-se no espaço astral
A figura imortal ressuscita
A imagem da donzela querida
Que jamais será esquecida
Mesmo que tamanho seja a dor
A  amarei com fulgor
Nos meus sonhos de amor
mgusson
Enviado por mgusson em 22/10/2006
Código do texto: T270737

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gusson, Marcelo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mgusson
Rio Claro - São Paulo - Brasil
27 textos (4151 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:19)
mgusson