Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALGO ASSIM, TIPO...

ALGO ASSIM, TIPO...
Algo assim, tipo, incomum.
Algo assim, tipo, anticonvencional.
Algo assim, tipo, alma cigana.
Algo assim, tipo, meio anormal.
Algo assim, tipo, fora dos padrões.

Eu sou algo assim tipo.
Eu sou a lua, a estrela, o céu,
o manto negro ou azulado,
o mar, as ondas, eu sou
o vento.
Sou tudo que quero.

Eu sou o lado fiel,
aduladora sem fel,
amante incondicional,
e amiga totalmente
segura.

Eu sou hoje e sempre,
a pessoa que mais lhe ama
e deseja mesmo que as vezes inconsciente,
que a maior felicidade da Terra,
sobre ti, se derrame.

Eu sou a borboleta, que já fora, uma lagarta.
Eu sou a onça que já fora do mato.
Eu sou a tigresa que já atacou.
Eu sou a águia que já voou e posou.

Eu sou a terra, molhada ou árida.
Eu sou o ar úmido ou seco,
Eu sou a chuva fina ou grossa,
Eu sou o SOL sempre brilhando.
Isso tudo eu sou,
pra mim mesma e pra você.

Mônica Bynot
21/09/2006 - 20:26
Mônica Bynot
Enviado por Mônica Bynot em 23/10/2006
Código do texto: T271124

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônica Bynot
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1493 textos (101101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 08:52)
Mônica Bynot