Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEM!

Vem, me salva, me resgata
Tire-me desse mar de agonia
Faz de minha vida simples regata
Em mar calmo e sem ventania

Vem, não demora
Cada minuto parece uma eternidade
E já não sei se sou ou serei agora
Aquela capaz de te dar suavidade

Vem, não tenha medo
Posso parecer um tanto agressiva
Mas não passo de um arremedo
De uma alma totalmente compassiva

Vem, pelo menos tente
Pode até ser que de certo
Só quem corre riscos de frente
Poderá saber se vale à pena estar perto

Vem, mas venha desarmado
Deixe eu lhe mostrar o que sinto por dentro
Prometo que meu coração desarvorado
Não será pra você motivo de descontento

Vem, mas vem agora
Tenho que ter certeza do que se passa por essa cabeça
Antes que eu saia pelo mundo afora
Ou até antes mesmo que eu enlouqueça

Vem.
Estarei aqui te esperando
Com o coração pulsando a mil
Quem poderá afirmar até quando
Baterá em mim esse coração juvenil...
LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 23/10/2006
Código do texto: T271525

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:20)
LoucaporPoesia