Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO NÃO SE RESPEITA AS DIFERENÇAS***

Eu procuro os teus olhos esquecidos
Em meio ao desaperceber dos dias.
Tu em teus sentidos longínquos, em perdidas paragens,
Estás distante de minha visão.

Eu procuro aqueles brilhos esmaecidos
Em meio ao florescer de nossas rebeldias.
Tu que dantes foste célula viva, hoje só imagens,
Estás daqui. És apenas imprecisão.

Olho pelo passado a buscar vestígios,
A buscar a razão da distância
E descubro que foi tudo um grande sonho.

Acreditar em teorias! Ideologias! Fim bisonho.
Foi válido naquele tempo, naquela circunstância.
Hoje planto aquela solidão. Ah! Aqueles pobres litígios.
(Alexandre Tambelli ® - 1996 - Poema da 1ª fase de meus escritos ainda realizados nas folhas do meu caderno universitário).
Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 24/10/2006
Reeditado em 24/10/2006
Código do texto: T272212
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116386 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:08)
Alexandre Tambelli