Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESMEDIDO AMOR

Particularmente,
vi um homem chorar
sentia-se impedido,
de em seu amor atuar.
Com o coração amargurado,
viu-se diante de tamanho dilema.
Sem opções, pôs-se a sofrer,
fazendo com o seu amar,
o maior e o mais grave problema.

Nisso tudo havia,
uma estranha sensação de impotência,
ampliada de intensas saudades.
Mas, o que fazer do coração,
repleto de tamanhas sentimentalidades?

E viu que o seu viver,
estava a cada dia mais limitado.
O pensamento confuso,
entre silêncio sufocado
e as lágrimas que escorriam de sua face,
revelavam que ali sem atitudes,
encontrava-se um homem,
completamente apaixonado.

E pela primeira vez,
sentiu-se sozinho e incapaz,
perdido, sem direção,
necessitava da paz.
Decidiu preparar-se para lutar,
pois não era certo perder a razão,
teria que, de qualquer jeito resistir,
toda aquela atrevida e incontrolável atração.

Porém, o que não sabia,
é que o amor nunca pede permissão.
Quando existe é pra valer,
mas só vale, quando há no encontro, a união.
Mesmo porque para o amor,
nunca haverá alguma condição.

Fim desta, Cristina Maria O. S. S. - Akeza.
Akeza
Enviado por Akeza em 24/10/2006
Reeditado em 04/06/2013
Código do texto: T272852
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403171 leituras)
59 áudios (108004 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 09:11)
Akeza