Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

eles, de novo

como são grandes os nãos
parece que querem ficar maiores
agora que tu não estás

pensei que a eles me habituara
mas vejo essa nova conquista
parece, pra eu sair da pista
parece que é pra que eu desista

inundam-me o mar da incerteza
que havia já dentro de mim
me trazem a torre da igreja
mas nunca o badalo do sim

os nãos que são tanto maiores
como a alegria que houve
e embora tu não ignores,
o que foi feito de ti?

será que lavaram tua mente?
será que serás meu Vandré?
será que serás a mulher
que nunca me conheceu?

e eu, preparado pra isso
será que um dia estarei?
ou é só aquele feitiço
do qual nunca me livrarei?

ainda bem que a rima
é a minha maior companheira
agora que tu não estás
mas sei que existes e isto faz
com que se atenuem meus nãos

índia loura não existe
mas sei que tu exististes
um dia um pouco pra mim


Rio, 24/10/2006
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 25/10/2006
Código do texto: T273011

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144474 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:23)