Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hei, é pra vc meu amor!


(versos livres)

Hei, até quando você vai se fazer de surdo
Quanto aos meus gritos mudos
Dirigido a seu coração?
É como se não me entendesse, você não quer me entender!

Você é o culpado pela dor que sinto agora,
Por essa tristeza que se mostra em meus olhos.
Não consigo conter a tristeza, nem as lágrimas,
Essas que agora rolam ligeiramente em minha face;
É meu coração tentando eliminar um pouco de tanta dor.

Só pra te lembrar meu querido,
É você que ocupa meus pensamentos,
Que toma o meu tempo com os mais belos pensamentos

Não sei por que, não consigo explicar,
Mas sempre que penso no meu futuro, penso em você...
Sempre que penso fazer algo, você aparece.
Não entendo, todos os meus planos me trazem lembranças suas.

Meu coração está cansado, sufocado.
Tem um grito preso, dói, sufoca-me.
Não sei, mais isso é horrível,
Queria sumir daqui, sou tola, otária!

Sempre estive ao seu lado, te apoiando
Cuidando de você... e você nem sequer percebeu.
Tudo bem então, já que é assim,
Que seja feliz AMIGO, eu vou seguir minha vida...

Como já dizia Carlos Drummond,
“A dor é inevitável, porém o sofrimento é opcional...”
Doeu, tudo bem, foi inevitável que meu coração não doesse por você que tanto amo .
Mas não vou sofrer, se posso escolher, escolho então não sofrer!
Não me arrependo de te amar! De forma alguma...
Sinto como se tivesse perdido meu tempo até agora,
Lutando debalde por um amor parvo!

Mas uma vez digo... seja feliz AMIGO
Não tem outro remédio, a vida me fez fazer isso,
Desistir e deixar que esse riozinho transcorra livremente,
E me leve em suas correntezas, para um outro lugar.
O que mais poderei fazer?
Desejar sua felicidade Somente!
Não tenho mais nada a fazer!
Meu amigo, seja feliz!!

P.S: Meu coração chora, porém sinto agora que chegou um momento de fazer algo, não posso continuar a sofrer, se posso escolher não sofrer, por que sofrer? Você nunca percebeu que estive aqui pra te dar tudo o que quisesse! Mas tudo bem, a vida é assim, como já fiz alguém sofrer, acho que agora recebi meu troco... Quem sabe um dia você  perceba tudo isso que hoje tento lhe dizer, no silêncio de meu olhar, na ternura de meus abraços... talvez ai meu caro, seja tarde demais, dediquei muito de mim a você, e em troca sofro..



Aninha de Souza
Enviado por Aninha de Souza em 25/10/2006
Reeditado em 25/10/2006
Código do texto: T273089

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aninha de Souza
Sumaré - São Paulo - Brasil
80 textos (11117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 08:56)