Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A vida dá as cartas

A vida dá as cartas


É estranho pensar que tudo ao meu redor mudou
É complicado perceber que acabou
É difícil admitir a perda.
Não sei perder
Sei jogar, mas não perder.
A vida dá as cartas
Eu escolho com as quais quero ficar
As que fazem bem ao meu ego e aos meus olhos
Troco as que não gosto
Às vezes sinto até falta de algumas cartas que troquei
Mas já é tarde, o que passou, já passou já foi descartado,
Tenho que escolher novas cartas para completar meu jogo
Às vezes tenho sorte de fazer uma boa partida, às vezes não.
Nem sempre ganhei, aliás, nem sempre pude ter as cartas que quis,
Pois muitas delas estavam com outro jogador
Às vezes isso me irritava e ficava triste e angustiada
Foi então que abri meus olhos e deixei de ser infantil
Acabou a partida, posso começar com sabedoria e experiência outra jogada
Posso até receber cartas ruins e vou saber aproveitá-las.
Posso receber novas cartas maravilhosas
E quem sabe, se for para ser,
Você poderá receber novamente a carta que você tanto quis.
Aí sim saberá valorizar as cartas que tem na mão.
Se não for do jeito que deseja recomece de novo uma outra partida
Já sabendo que nem sempre se pode ganhar
Mas recomece sem medo de buscar seus objetivos.
Maria Gabriela
Enviado por Maria Gabriela em 25/10/2006
Reeditado em 25/07/2012
Código do texto: T273250
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Gabriela
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 33 anos
194 textos (30485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:26)
Maria Gabriela