Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hera! Hera!

Hera! Hera!

Chegas-te sorrateira,
no meu garimpo,
quietinha! Quietinha!
Só observando minhas pedrinhas,

E eu garimpeiro sem sorte, até então...

Quando vi aqueles dedinhos coloridos,
olhar fixo, anel sem pedrinha...
imaginei estar encontrando a pedrinha,
mais preciosa do meu garimpo...

Não sei se diamante, quartzo, ou esmeralda...
Pois, tens o brilho do diamante,
a nuança da esmeralda e a
nobreza do quartzo...


carlos pimentel
Enviado por carlos pimentel em 25/10/2006
Código do texto: T273327
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
carlos pimentel
Cascavel - Paraná - Brasil
123 textos (6685 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:42)