Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FÊNIX

Se me roubarem um só dia que seja,
inventarei outro, com certeza,
para vê-la passar tão bela em seu caminho,
que se me roubarem um só tempinho
inventarei as horas e seus múltiplos relógios,
do tempo me tornarei eterno sócio
para não perder um só teu movimento,
que se me roubarem apenas um momento
erguerei a catedral de vento
onde estarão todas as mil ampulhetas
inventadas por inteligências do planeta,
ali porei cada mecanismo intrincado,
cada parafuso um destemido soldado
de suas voltas imensas e infinitas,
que se me roubarem do tempo as palafitas
outras tantas construirei apenas para vê-la, bonita,
apenas para dizer-te o que sabes, tua doce beleza
tecendo os meus olhos que te fitam,
nessa passageira certeza.
 








 
Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 25/10/2006
Reeditado em 26/10/2006
Código do texto: T273526

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6780 textos (102529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:33)