Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



ASSIM TE AMO!
Tânia Ailene
 
Com todos os seus defeitos e qualidades,
por todo o sempre,
nesta vida e quantas tivermos
passando por todos os problemas e alegrias
vivendo ao teu lado sempre.
Assim te amo!
Ver o dia nascer com a promessa
da felicidade em teus olhos,
teus braços me enlaçando
tuas pernas são meu aconchego
seu ombro meu lugar marcado.
Assim te amo!
Nossa cumplicidade causa inveja
o sexo que fazemos é puro amor
encontro de desejo,
êxtase, tesão, sempre com paixão
sinto cada vez mais meu coração disparado
ao sermos uma só pessoa com mistérios
na entrega que faço
todos os dias da minha vida.
Sempre por te amar...
 
  

*****



¡ASÍ TE AMO!

TÂNIA AILENE

con todos sus defectos y calidades

para todos siempre, en esta vida y cuántos

pasaremos para todos los problemas y alegrías

que viven a su lado siempre.

¡Así te amo!

Para ver el día que se llevará con la promesa

de la felicidad en sus ojos,

su enlace de los brazos yo

sus piernas es aconchego de la mina

su hombro mi lugar marcado.

¡Así te amo!

Nuestra causa de la complicidad envidia

el sexo que hace es reunión pura

del deseo del amor, ecstasy, tesão, con la pasión

me siento siempre cada vez más mi corazón salido

al ser una persona sola con misterios

en la entrega que hago diaria de mi vida.

Siempre para amarle…

10/08/2006

TÂNIA AILENE

RIO DE JANEIRO


umnovoencontromusical.com/italianas/ZiziPossi-PerAmore-UNEM.mid


Tânia Ailene Nua Poesia
Enviado por Tânia Ailene Nua Poesia em 25/10/2006
Reeditado em 20/07/2011
Código do texto: T273603

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tânia Ailene Nua Poesia
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
886 textos (30278 leituras)
28 áudios (1362 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:31)
Tânia Ailene Nua Poesia