Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


                           FICTÍCIOS
 

                Os versos de saudade
 
                que deixo escorrer no papel
 
                são ingerências de poeta,
 
                substratos de perfumes 

                que vestem palavras 

                e ornam invenções. 


                       Como poderia ser verdade? 

                       Como poderia eu sentir saudades 

                       se ocupas meus pensamentos, 

                       se estás dentro de mim, 

                       se és todos os meus momentos 

                       e eu estou tão repleta de ti?

Sonia R
Enviado por Sonia R em 26/10/2006
Reeditado em 26/10/2006
Código do texto: T273718
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sonia R
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
982 textos (107023 leituras)
3 áudios (802 audições)
3 e-livros (478 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:36)
Sonia R