Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Valse meus lábios

Não tente fugir ao sentimento
Será mesmo em vão
Não ouse sufocar o grito no peito
Eu preciso doar-lhe o coração
A flor que colhi tem efeito
És amor-perfeito de meu alento

Não recolha tua mão da minha
Às vezes toco-lhe p'rá não acordar
O que sinto é assim, chega e não avisa
Não esconda-se de meu olhar
Gosto de desenhar teu sorriso de menina
Entre nós não pode haver uma linha

Sonhe comigo, valse meus lábios
Deixa fluir essa sensação
Queira meu riso, mesmo de soslaio
Permita nossa união
Que é muito além, é da alma
O encontro de duas estrelas d'alva

Eu, esperei achar-lhe, mesmo no escuro
Eu, já dediquei o espírito a teu porto seguro
Eu, simplesmente, respiro você...
Humberto Amorim
Enviado por Humberto Amorim em 26/10/2006
Código do texto: T274213

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Humberto Amorim
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil
55 textos (1923 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:25)
Humberto Amorim