Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SEIO MATERNO

Nossa que seios!
Abri os olhos e os ví,
em par; sobre o meu olhar.
E tinha os bicos enrijecidos;
suculentos, não resisti,
apalpei com meus dedos pequenos.
Beijei ambos,
na volúpia do desejo,
deixei o bico encaixar-se em minha boca,
suguei-o todo,
um liquido gostoso desceu quente pela garganta.
Sua dona era linda
e sorria-se toda com seu olhar de boba,
tinha-me em seu colo... Protegido.
E entregava-se a minhas manhas,
beijava-me o rosto,
cafuneava minha careca...
Era linda na plenitude da beleza e dos gestos.
E assim seguiamos esta rotina,
do beijo saboroso,
naquele seio macio,
que eu devorava todos os dias;
sem culpa... sem receio...
Nossa que seios!

23/03/06)
Sandro Colibri
Enviado por Sandro Colibri em 26/10/2006
Reeditado em 08/01/2010
Código do texto: T274419
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sandro Colibri
São Paulo - São Paulo - Brasil, 45 anos
523 textos (52450 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:27)
Sandro Colibri