Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O Amor não é feito de dinheiro

Cada vez os mercantilistas tem dinheiro.
Vale mais do que ser amado pela essência.
A nossa sociedade está sempre rodeada
De casamentos pelo status da conveniência

A burguesia é quem escolhe suas parelhas.
Romances que só esperam o anoitecer
Viram artigo de luxo em vitrines pouco visitadas,
A idolatria pelo dinheiro nos permite reconhecer

Não existem mais príncipes encantados
A bola da vez, são sapos bastante interesseiros.
A felicidade rasgou todos os contos de fadas
Já não existem relacionamentos verdadeiros

É claro que não podemos generalizar
Com certeza existem histórias fascinantes
Para serem propaladas e invejadas,
Todos esses sonhos poderão ser brilhantes

O número, a senha da conta bancária
E o quanto de herança tem por trás de tudo.
“A proposta indecente” o jogo transforma o dinheiro
Queira Deus, que sempre o amor chegue primeiro.

Será que o dinheiro vale mais?
E as conseqüências de mais uma noite de amor?
E o afeto que carrega os casais?
Tudo isso nos causa sentimentos de dor

(Fiz esse poema baseado no texto ensaio "amor x dinheiro" de milha filha Andrea, teve referência no liVro Senhora e no filme Proposta Indecente)
Zedio Alvarez
Enviado por Zedio Alvarez em 27/10/2006
Reeditado em 01/11/2008
Código do texto: T274749
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zedio Alvarez
Petrolina - Pernambuco - Brasil, 59 anos
3324 textos (117352 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 20:19)
Zedio Alvarez