Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Eu me rendo"

Meu guerreiro e minha pedra fundamental
Não hei de caminhar mais sem seu reflexo
Esta espada, florim, florête, seja arma que fôr
Sempre será velada, se me matar de amor.

Mas este não é abuso nem tampouco migalha
Se hoje eu recuso amanhã você estraçalha.

Segue-me ó lança fiel quero me desmilinguir
Não há escudo que me protege
Sem você, não há defesa mais!

Se tua flôr me rodeia
Se tua voz me permeia
Se teus braços me enlaçam
Se seu canto escuto aqui
Ali, acolá... de qualquer lugar.
Saberei que você está, sempre estará.

Persisto, prossigo.
E não te afrouxareis de mim.
Nem adianta. Não sou santa, agora eu sei.
Fiz do pequeno cristal do peito
Transformado em diamante...
Tão logo, te ouví.

Cantes! Sou sua!
Realmente ... e 'nua'.
Debora F
Enviado por Debora F em 27/10/2006
Código do texto: T275290

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Debora F
Arco-Íris - São Paulo - Brasil
106 textos (4533 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:28)
Debora F