Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MÃO QUE TE CHEGA É POESIA INSANA

A vontade que te ronda
como se fosse presença
mão nas tuas coxas
indecente
em teus bicos
boca em teus seios
é poesia mais louca
a que não tem brio
é a letra sem juízo
que sai pela noite em desatino
a que vai no vento
na valsa
e entra pela porta
ou pelo vão
é a mão que te adentra
letra torta
por baixo do lençol
pelo arrebol da tua cama
letra áspera como lixa
que se fixa no teu meio
alisa tua boca
bebe na tua fonte
e se dana sobre
suave te aquece
e te umidece
a mão que te entra
é poesia insana
tesa intensa que aqui jorra
Raul Los Dias
Enviado por Raul Los Dias em 28/10/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T275730

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raul Los Dias
Argentina
512 textos (75897 leituras)
1 e-livros (178 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 19:52)
Raul Los Dias