Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A QUEM FALTA O AMOR

A quem falta o pão
Não faz falta o amor.
O amor não enche barriga,
Não paga conta de gás.
Deixa a vida mais sofrida,
Vem o amor se vai a paz.

A quem falta a comida,
Não faz falta o amor.
O amor não põe no prato
A comida dos meninos.
O amor só leva, de fato,
À confusão de destinos.

A quem falta o dinheiro
Não faz falta o amor.
O amor não paga o feirante,
Nem conta de condomínio.
O amor só serve ao amante
Que se atraiu por fascínio.

A quem falta o emprego
Não faz falta o amor.
O amor só atrapalha
Um coração material
Pois em vida que embaralha
Não é o amor tão vital.

A quem falta a esperança
Não faz falta o amor.
O amor só prospera
Nos olhos de quem vagueia
Na alma de quem espera
No coração que anseia.

A quem falta o amor
Faltam pão, comida, dinheiro.
O amor alimenta sonhos,
Projetos de vida a dois.
Anos futuros risonhos
Riqueza durante e depois.

A mim não faltou o amor
O resto faltou um pouco.
O amor embala meus dias
Traz tudo o que procuro
Preenche as noites vazias
Ancora meu barco seguro.

A quem falta o amor
Falta tudo, falta o futuro.
A riqueza que traz o amor
Não pode ser adquirida
Por coração sem valor
Que exclui o amor da vida.

26.10.06
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
Enviado por Paulo Sergio Medeiros Carneiro em 28/10/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T275862
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Sergio Medeiros Carneiro
São Paulo - São Paulo - Brasil
63 textos (9678 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:42)
Paulo Sergio Medeiros Carneiro