Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A AVE

Vinha caminhando, cabeça baixa pela Avenida;
Quando me deparo com uma ave caída
Sem muito pensar a peguei no colo
E a levei para o lugar aonde moro

Cuidei dela com desvelo e esmero
Nada deixava lhe faltar
Nutria por ela um carinho sincero
E queria ter o prazer de vê-la voar

Em gaiola ela nunca foi colocada
Não temia que fosse embora
Pois percebia que ela sabia que tinha morada
E alguém que com ela se importava

O tempo foi passando
Ela crescia e ficava cada dia mais bela
E eu a cada dia mais apaixonada por ela
Voltava pra casa quase voando

Um belo dia cheguei e não a encontrei
Fiquei em total desespero e agonia
Onde estaria a ave que tanto amei?
Teria sido roubada, ou apenas foi-se com a ventania?

Por dias e noites chorei
Nada secava o meu pranto
Por nenhum minuto imaginei
O tanto que me faria falta o seu canto

Passaram-se dias e meses
E dela não tive notícias ou sinal
Até que um dia desses
Deus me falou afinal...

- Desfaça essa tristeza do semblante
Aprenda que amar não requer estar junto
Ela está bem, feliz e com um seu semelhante
E mesmo de longe ainda nutre por você um amor profundo

Foi aí que entendi os mistérios da vida
Eu a salvei de um destino incerto
Pra que ela pudesse cumprir sua caminhada
Ela me fez feliz no momento certo

Agora era pássaro da natureza
Alegrando com seu canto e beleza
Outras almas que andavam sem rumo
Sem coragem de levantar a cabeça...

LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 30/10/2006
Reeditado em 06/11/2006
Código do texto: T277362

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
524 textos (104803 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:54)
LoucaporPoesia