Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maria Mulher


 
Maria, Maria nos olhos vivos que geram a vida,
semblante colorido das raças sem cores,
partos sem dores carregando o prazer de gerar,
no ventre, embala a paz que canta um mundo livre das dores
e carrega os sonhos que dão sentido ao que não deixa passar.
 
Maria, Maria no som que sai das bocas famintas,
mães ou filhas, mulheres que não fogem à lida,
na luta, a garra desperta como fera em defesa da cria,
enquanto seu canto encanta o mundo no aconchego único
do colo que acolhe aos filhos paridos dos sonhos em partilha.
 
Maria, Maria que pluraliza em si mesma o amor,
alimenta a fé nutrida no ato simples de ser o que é,
carrega em si o estigma de ser por si acentuando doação
lavrando a luta nas batalhas que nem sempre quer,
 traz as próprias mãos como vitória de nunca render-se aos não(s).
 
Maria, Maria no sonho lúdico de recriar a criação,
terno aconchego, abraço perfeito, amor sem emendas,
faz de si a verdade das muitas mentiras que o mundo lhe dá,
recobra seus passos nos caminhos escondidos que quer encontrar
e conquista o nome revertido em amor que seu sexo passa a chamar.
 
Maria, Maria mulher, menina, guerreira, paz,
é Maria parindo a vida mesmo onde a morte quer caminhar,
germina doce mas sem deixar a luta passar
pois busca sempre a vitória e novos horizontes
no espírito mulher que toda Maria há de chamar.
 
15/09/2006
Aisha
Enviado por Aisha em 30/10/2006
Código do texto: T277623
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aisha
Jundiaí - São Paulo - Brasil, 50 anos
791 textos (35174 leituras)
1 e-livros (57 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:11)
Aisha