Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Distraída

Caminhas distraída....
Estrelas aprisionadas sob óculos de sol,
percussão pelo percurso dos sapatos musicais
e assim te vais, assim te vais,
sem perceber a apoteose da brisa nas palmeiras
e o balé das andorinhas que te seguem.

Deixas rastro de som pela calçada
e reflexos de lua nas vitrinas
enquanto as rosas invisíveis que te cercam
formulam o perfume que emanas.
E assim te vais, assim te vais
sem ver a festa dos sinos para ti,
sem ter noção do que exerces...

Caminhas distraída...
O ar que te envolve se perfuma,
um rio de luz inunda quem te vê
e arrasta olhares pela rua
porque a tarde se veste de ti
para a poesia dos ocasos,
porque os sonhos seguem contigo
sem saber quem te festeja
Onde o céu é de cetim.

E assim te vais, assim te vais,
mágica e ingênua, musical pelo trajeto,
sob a trêmula luminosidade
dos letreiros de néon
com sílabas que pulsam
em ritmo heróico
pra ser verso para ti.



Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 31/10/2006
Reeditado em 05/12/2006
Código do texto: T278087

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83349 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:19)
Vaine Darde