Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De ti um poema.

 De teus bem feitos lábios fiz soneto;
 Em seus olhos reverdejantes busco minha inspiração;
 És um convite afável passear nos cachos de seus cabelos;
 É no teu braço Musa que ouço a baliza desta canção,
 Em seu queixo robusto, é que busco prosa,
 Nos versos de seus calcanhares, e neste íntimo pisar da paixão;
 Sustento o peso de seus polegares, bem como os anelares;
 Que passeiam sobre a  minha consistência, no suave toque, destas brandas mãos;
 E que quando em contato comigo, me arde, é que fumega... goteja... teu suor.. e misturados..
 Na essência mútua de que dois corações se amam e se convergem, e se alinham...
 E que no fundo é apenas troca de sentimentos, que o mundo pensa ser infame,
 Que aqui neste espelho do seu rosto eu me prenda constantemente,
 E reafirme a todos ouvidos que se prezam a escutar o meu tilintar,
 De que não escrevo apenas, sobre algo que nem sejas, leal.
 Portanto apreciem o escrito sendo que jamais omitam falta de equidade...
 Porque é nesta mulher que se encontra minha pura verdade,
 É nesta mulher que faço dela poema.. saudade.
Poet
Enviado por Poet em 31/10/2006
Código do texto: T278377
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poet
Campinas - São Paulo - Brasil
40 textos (3951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:52)
Poet