Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto



Suspenso fosse o instante

Em que unidos repousamos

Na desperta indolência

Volátil, feita essência

De dois num só, em ternura



Eterno fosse o momento

Fulgente, do terno arroubo

Por nuvens e labirintos

Galáxias onde candentes

Em ninhos nos ateámos



Permanecesse o momento

Em que nos sentimos unos,

Do mundo nos despegámos

Das ânsias nos livrámos

E finalmente encontrámos

O Éden que adivinhámos!
Maria Petronilho
Enviado por Maria Petronilho em 31/10/2006
Reeditado em 31/10/2006
Código do texto: T278758
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Maria Petronilho (registo www.igac- ref 2276/DRCAC - Ministério da Cultura, Portugal)). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Maria Petronilho
Almada - Setúbal - Portugal, 64 anos
1238 textos (130517 leituras)
60 áudios (14347 audições)
9 e-livros (5147 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:14)
Maria Petronilho

Site do Escritor